SpaceBetween.com.br

OVNI é observado por testemunhas na Califórnia

O avistamento do OVNI foi feita na Califórnia, mais precisamente na cidade de Menifee em 03 de Dezembro de 2019. O objetivo não identificado foi visto por centenas de testemunhas na cidade ao mesmo tempo.

Muitas pessoas conseguiram gravar o OVNI por alguns minutos enquanto ele permanecia em silêncio e pairava sobre as casas em uma altura próxima de 600 metros do solo.

“O que diabos é isso?”

Uma das testemunhas pergunta no vídeo.

“Eles são altos demais para serem drones. Cara, o que é isso? Eu preciso ver.”

Comenta outra testemunha.
Suporto OVNI filmado na Califórnia

Os jornais locais de Menifee indagaram as forças policiais e bombeiros da cidade sobre O avistamento do OVNI foi feita na Califórnia, mas não receberam uma resposta concreta sobre o fato misterioso.

Alguns policiais comentaram de forma extra oficial que tiveram várias chamadas na cidade sobre “Drones voando as residências”.

Avistamentos de OVNIs aumentam mais de 75% na América do Norte

O número de avistamentos de OVNIs quase dobrou em um ano. Ano passado, 3395 pessoas relataram ao Centro Nacional de Relatórios de OVNIs. Esse ano, o número saltou para cerca de seis mil identificações.

Aparentemente, esses relatos estão mais concentrados nos Estados Unidos e no Canadá. A Califórnia, Flórida e Washington foram os três estados com a maior quantidade de registros. Para a surpresa de muitos pesquisadores, Nevada, lar da Área 51, totalizou apenas 70 avistamentos.

De acordo com o diretor da organização sediada em Washington, ainda não se sabe o motivo do número ter aumentado mais de 75% em relação ao ano anterior.

O aumento de avistamentos de objetos voadores não identificados em áreas controladas pelo Exército norte-americano levou a Marinha a estabelecer um novo protocolo de ação.

Até agora era comum que “incursões” desse tipo fossem ignoradas e, quando um oficial fazia registro, não se fazia acompanhamento e nem uma investigação exaustiva. As autoridades ainda estão trabalhando no esboço das novas diretrizes a serem seguidas pelos pilotos e outros profissionais quando observarem “fenômenos aéreos inexplicáveis”, como os militares os chamam.