Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis

A empresa norte-americana Dynetics revelou, nesse mês de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa Artemis.

Programa Artemis

O Homem vai, novamente, à Lua pelas mãos da NASA em 2024. A data está a aproximar-se, o que leva a que alguns detalhes da missão Artemis sejam revelados.

Nesse mês de setembro, a empresa Dynetics revelou um vídeo que mostra alguns detalhes do módulo de pouso lunar que será usado na viagem espacial, incluindo o seu interior.

De acordo com o time envolvido no desenvolvimento da missão, o modelo em escala real foi construído para que os engenheiros espaciais tenham uma melhor visão de como os astronautas irão interagir com o equipamento na viagem a Lua.

design é flexível e reconfigurável, permitindo que a equipa de integração de sistemas humanos (HSI) e a tripulação de voo analisem e forneçam feedback sobre os primeiros projetos de conceito e executem iterações rápidas.

Os diferentes módulos de controlo são essencialmente pedaços de espuma colocados nas paredes internas do modelo, que podem ser facilmente movidos para que os astronautas encontrem o melhor layout para suas necessidades.

O módulo é reutilizável e reduzirá drasticamente o custo da exploração lunar.

Um dos objetivos da Dynetics era desenvolver um equipamento que pudesse transportar uma grande variedade de cargas úteis, como experiências científicos e rovers pressurizados.

Além disso, acomoda várias instalações para os astronautas conduzirem pesquisas avançadas e inclui tanques de combustível para voos e aterrissagens.

Encontrar um equipamento eficiente, funcional e barato pode ser fundamental para a empresa, já que, além da Dynetics, também a Blue Origin, de Jeff Bezos, e a SpaceX, de Elon Musk, possuem contratos com a NASA para desenvolver equipamentos para a missão Artemis.

Em abril, a agência espacial norte-americana contratou a empresa para levar a cabo o projeto Human Landing System (HLS), uma cabine pressurizada que será responsável por abrigar e transportar astronautas em expedições de curta duração na superfície da Lua.

Dynetics pretende que a cabine seja utilizada em múltiplas viagens, como acontece atualmente com os foguetes e cápsulas da SpaceX.