Wally Funk: Conheça a pioneira do setor aeroespacial que vai ao espaço com Jeff Bezos

Wally Funk integrou o projeto “Mercury 13” da Nasa nos anos 1960, mas nunca foi ao espaço por ser mulher. No próximo dia 20, ela estará no 1º voo da Blue Origin com o bilionário Jeff Bezos, dono da Amazon.

Projeto Mercury 13, onde tudo começou

Em 1959, a agência espacial americana (NASA) lançou o programa “Mercury”, que tinha como objetivo lançar o primeiro homem ao espaço.

Em meio a uma acirrada corrida tecnológica contra a união soviética, sete homens, apelidados de “Mercury 7” em homenagem ao programa, foram selecionados após passarem por rigorosos testes físicos e psicológicos.

Dentre eles estava o primeiro americano a viajar para o espaço, Alan Shepard.

Após essa seleção, surgiu uma dúvida: como se sairiam as mulheres se passassem por essa bateria de exames?

Mulheres que faziam parte do projeto Mercury 13
Mulheres que faziam parte do projeto Mercury 13

Para responder essa pergunta, a NASA criou um programa secreto e selecionou treze mulheres para também fazerem parte daquela corrida espacial.

Afinal, quando se fala de exploração no espaço e os importantes passos que a humanidade deu, seja na descoberta de exoplanetas ou até mesmo quando se pisou na Lua pela primeira vez, é muito comum pensarmos em homens realizando estas tarefas.

E, apesar das mulheres se prepararem para passar por mais testes, a NASA se recusou a estender o projeto, destruindo assim os sonhos destas candidatas.

Um novo documentário da Netflix mostra 13 contos centrados em pilotos do sexo feminino que sonhavam em se tornar astronautas e tiveram esta oportunidade negada.

O sonho está se tornando realidade

Wally Funk, que fez parte do projeto “Mercury 13” e que lutou para abrir o programa de astronautas da NASA para as mulheres, viajará com Jeff Bezos na primeira missão tripulada de sua empresa espacial fora da atmosfera da Terra no final deste mês, o bilionário anunciou no Instagram.

Wally Funk e sua história com a aviação americana
Wally Funk e sua história com a aviação americana

Wally Funk traz o tamanho da tripulação para o vôo de estreia de New Shepard transportando humanos em 20 de julho para quatro, incluindo Bezos, seu irmão Marke um passageiro que ainda não foi identificado que pagou US $ 28 milhões pela viagem ao espaço em um leilão fechado no mês passado.

A presença de Bezos no primeiro voo é vista como uma demonstração de confiança na segurança de New Shepard. A inclusão de Funk como um “convidado de honra” é o mais recente movimento simbólico para inaugurar o programa de turismo espacial da Blue Origin – a data de 20 de julho é o aniversário do primeiro pouso na Lua dos EUA, e a cápsula New Shepard leva o nome de Alan Shepard, o primeiro astronauta americano .

“Em 1961, Wally Funk estava no topo de sua classe como parte do ‘Mercury 13’ Woman in Space Program,” disse Bezos no Instagram. “Apesar de completar o treinamento, o programa foi cancelado e nenhum dos treze voou.” “Está na hora. Bem-vindo à tripulação, Wally.”

Escreveu Bezos no Instagram

Além de fazer parte da viagem tripulado inaugural da Blue Origin – empresa de Jeff Bezos – Funk fez um depósito de 200 mil dólares em 2010 para ter lugar em um voo da Virgin Galactic, muito antes de saber – ainda este mês – que estaria também cotada para outra viagem.

A americana fez parte dos primeiros 600 compradores de passagens da companhia (entre eles o sulafricano Elon Musk). Ainda não há data para seu segundo voo acontecer.

Fonte: The Verge